Home
Corpo virtual e Web 2.0: escritas do feminino na Internet e na blogosfera Versão para impressão E-mail
Autor: Pedro Andrade   
03-Set-2007
Índice
Corpo virtual e Web 2.0: escritas do feminino na Internet e na blogosfera
Mulheres e ciberespaço
O corpo virtual na escrita da blogosfera
Conclusão
Bibliografia

Palavras-chave:

1. Introdução

Esta comunicação pretende tratar, antes de mais, a questão do corpo e da escrita que sobre ele se produz, especialmente a escrita produzida por mulheres autoras. Uma tal corporeidade praticada e reflectida revela-se fundamental não apenas para a interpretação da condição do feminino, mais igualmente para a compreensão da natureza do masculino.

Clique aqui para fazer download do texto completo em PDF.

Sociologicamente, o feminino parece ser uma espécie de vício da masculinidade, que serve de medida, pela negativa, da própria masculinidade, daquilo que é “normal” ou legitimado. A mulher, no prisma dominante, funciona quase como uma espécie de cigarro, que dá prazer mas também mata, e que se deita fora depois de consumido, transformando-se, no final desse processo, numa beata, nos 2 sentidos. Sendo o risco desmedido uma das características desta suposta masculinidade, o feminino coincide frequentemente com qualquer coisa sobre a qual se aposta, por exemplo a “conquista” de uma mulher. Dito de outro modo, a corrida às mulheres não se aparta muito de uma corrida de cavalos.
Perante uma tal situação discursiva por parte da masculinidade imperante, neste momento ocorre perguntar: será que alguma coisa mudou, quanto a esta questão, no contexto sócio-simbólico e cultural do ciberespaço?


 
Adicionar artigo a:Estes ícones permitem adicionar o presente artigo a redes de "social bookmarking".
  • slashdot
  • del.icio.us
  • technorati
  • digg
  • Furl
  • YahooMyWeb
  • Reddit
  • Blinklist
  • Fark
  • Simpy
  • Spurl
  • NewsVine