O CECL passou a integrar, com o CIMJ, o Pólo FCSH do CIC.Digital, agora em fase de institucionalização.

arte_melancolia

NOTA: Informamos que por razões alheias à organização, o Colóquio Arte&Melancolia passará a realizar-se nos seguintes auditórios da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa:

  • Dia 26 de Março – 6ª feira – Auditório 2, 3º piso da Torre.
  • Dia 27 de Março – Sábado – Auditório 1, 1º piso da Torre.

***

A Melancolia possui uma aura de genialidade que lhe é conferida pelo pensamento aristotélico, ao colocá-la como limite do humano. As artes, assim como a literatura, estariam imbuídas do espírito do melancólico. A. Dürer e R. Burton legam-nos uma visão moderna da melancolia. Se A Melancolia I configura o temperamento melancólico que estaria virado para as artes, a Anatomy of Melancholy expõe a ambiguidade de um estado que é caracterizado, ao mesmo tempo, como catástrofe e distinção. A figura exemplar do melancólico é, na Modernidade, o dandy, embrenhado de spleen.

Por seu lado, a medicina hipocrática trata a melancolia pela etiologia humoral, baseada nos fluxos que, no seu destempero, provocariam efeitos psíquicos. O temperamento melancólico resulta de um desequilíbrio humoral, de um excesso de bílis negra que afecta a mente. A melancolia embebe a pré-modernidade de uma visão temperamental ao ligar, numa lógica das correspondências, os humores aos quatro elementos, às quatro estações do ano, às quatro qualidades naturais; ao macrocosmos de que o corpo é o microcosmos. A atra-bílis oscila entre a doença e o pecado. Na visão cristã, ela pode pender para a acédia monástica ou revelar-se na possessão demoníaca. A psicanálise freudiana devolve a melancolia aos afectos, onde corpo e alma se tocam, e explica-a por uma perda arcaica, de cariz narcísico. O sujeito confronta-se com a depreciação de si; exercendo uma certa lucidez face ao ego, abre-se, então, à meditação sobre si. É a criação do ethos melancólico.

pdfArte & Melancolia - Programa

Destaques

Projectos

Publicações

rcl

Revista de Comunicação e Linguagens

Publicações

interact

Interact - revista online de arte, cultura e tecnologia

Publicações

working papers

Working Papers - textos sobre investigações em curso no CECL

Publicações

cultura media artes

Colecção Cultura, Media e Artes

CECL

logo-ceclO Centro de Estudos de Comunicação e Linguagens é uma unidade de investigação da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (FCSH-UNL), existente desde 1983, que integra maioritariamente investigadores/docentes do Departamento de Ciências da Comunicação dessa faculdade, nomeadamente integrados nos cursos de Licenciatura, Mestrado e Doutoramento.

Continuar...

O CECL no Facebook